Dirigindo em Miami

 

Carros

 

Os carros em Miami quase todos são automáticos, depois de dirigir por dias, se você tem um carro aqui no Brasil manual, voltar a utilizá-lo será um sacrifício.

Bom, mas se você não está acostumado, vamos te ajudar. Primeiro (pode parecer ridículo para alguns, mas na primeira vez eu sofri) Ao ligar o carro, para mudar a marcha é preciso pisar no freio. Em seguida coloque o D (drive) e vamos embora. Para parar é só apertar o freio e segurá-lo até quando quiser sair, quando soltar o freio o carro andará automaticamente (se a marche estiver no D)

Aqui estão as posições do cambio:

  • P (parking), Coloque nesta posição quando estacionar.
  • N (neutral), ponto morto mas com o carro ligado.
  • D (drive), como diz o nome, serve para dirigir.
  • R (reverse), marcha ré.

 


Como abastecer

 

Lá dificilmente você encontrará funcionários nos postos de gasolina que farão o serviço que estamos acostumados aqui no Brasil, mas não se preocupe.

Dica: lá a gasolina é vendida em galões.

Há alguns tipos de gasolina, mas a que sempre uso é a REGULAR, é como se fosse a nossa comum, e a mais barata.

Vamos lá aprender a abastecer.

Pare o carro em frente a bomba que desejar, vá até a loja de conveniência, e fale para o caixa, o numero de galões que você quer, e o número da bomba que está parado. Pronto. Volte para o carro, pegue a mangueira e abasteça. Dica: abaixe o apoiador que fica a mangueira para que comece a sair a gasolina.


 Alugando um carro

Para alugar um carro, basta a sua carteira de habilitação brasileira, agora, se vá dirigir num período de meses é necessário tirar sua carteira internacional.

Tem uma exigência das locadoras de veículos que o motorista tenha acima de 25 anos. E lembre-se de deixar um número do cartão de crédito no momento do aluguel, mas só será usado se houver alguma eventualidade constatada no momento da devolução.

Ao alugar, verifique se está com todos os seguros necessários, tente contratar com todos os serviços para não ter dor de cabeça. LDW/CDW (cobre colisão, furto, roubo e incêndio) EP (protege contra danos a terceiros). Veja também se tem a possibilidade de incluir outro motorista. E preste atenção se no contrato o carro deverá ser devolvido com o tanque cheio ou não, se não quiser abastecer,  tem a possibilidade de pagar uma taxa e devolver com ele vazio. (mas acho que desta forma pagará mais caro)

Na locadora você pode alugar um GPS também, se você não tiver um GPS  a dica é comprar nos Estados Unidos, as vezes sai mais barato do que alugar, agora, caso o tenha, em alguns sites você consegue comprar mapas e fazer um download no seu próprio GPS e levá-lo.


Estacionar

 

Fique atento para não estacionar nos locais com linha azul, pois como aqui no Brasil são lugares para deficientes.

Se houver um parquímetro é só colocar moeda no aparelho, veja quantas horas necessitará e coloque o valor exigido. Na maioria dos casos é em torno de 1 dólar por hora.


 Dirigindo

 

Fique atento, a velocidade aqui é registrada em milhas, mas isso não é um problema. Para converter é só pegar o valor das milhas e multiplicar por 1,6. Na maioria das estradas a velocidade máxima é de 122 KM/h ou seja 70 milhas.

No estado da Florida os limites são:

  •  23 km/h próximo as escolas.
  • 48 Km/ nas áreas residenciais.
  • 90 Km/ nas rodovias.

Lá se é multado quando está acima do limite de velocidade e abaixo da velocidade mínima na Interestadual.

A multa pode chegar até $150 dólares.

Dica: Os Americanos se localizam pelos sentidos N (Norte- Norte), S (Sul- South), E (Leste- East) e W (Oeste- West). Mas também não se preocupe com isso, porque lá é tudo muito bem sinalizado.

Para cruzamento, sem semáforos, o primeiro que chegar é o primeiro a sair e assim por diante.

Virar a direita é permitido mesmo com o farol vermelho, porém fique ATENTO, se o caminho está livre e principalmente se há alguma placa escrito NO TURN ON READ, isso significa que a conversão a direita no farol vermelho é ESTRITAMENTE proibida.

Quando for contra mão, aparecerá uma placa vermelha com uma barra horizontal no meio.


Pedágio

Siga sempre para as cabines que estão sinalizadas como “Exact Chances” (para essa tenha o valor do pedágio exato, pois não tem troco) ou para a cabine “change provided” esta cabine terá um funcionário para lhe dar trocos. A terceira opção é o Sunpass, porém, como aqui no Brasil, são cabines para o “sem parar”, ou seja, a não ser que você tenha fechado esse sistema com a operadora de veículo, não passe por aqui, pois com certeza receberá um valor no seu cartão de crédito ao chegar no Brasil.